Talibãs consideram plano de retirada da Nato "sinal de fracasso" para os EUA


 

Lusa / AO online   Internacional   21 de Nov de 2010, 12:32

Os talibãs consideraram hoje que o plano de retirada do Afeganistão das tropas da NATO, apresentado este fim-de-semana em Lisboa durante a cimeira da Aliança Atlântica, é “um sinal de fracasso” para os Estados Unidos.

O acordo assinado no sábado na capital portuguesa mostra que Washington “não conseguiu obter uma assistência militar suplementar da parte dos outros membros da NATO” ou um compromisso para continuar as operações a longo prazo, defendem os talibãs num comunicado enviado por correio.

“Isto são boas notícias para os afegãos e para todos os apaixonados da liberdade no mundo e é um sinal de fracasso para o governo americano”, adiantam.

Os dirigentes da NATO reunidos em Lisboa comprometeram-se no sábado a iniciar o processo de transferência das responsabilidades em matéria de segurança para a polícia e o exército afegão a partir do próximo ano, uma passagem de poder que terminará em finais de 2014.

Sábado, os talibãs já tinham reagido a este anúncio, considerando que a NATO estava “votada à derrota”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.