Base das Lajes

Sindicato denuncia situação laboral dos trabalhadores portugueses na Lajes

Sindicato denuncia situação laboral dos trabalhadores portugueses na Lajes

 

Lusa / AO online   Regional   19 de Jul de 2010, 12:10

O Sindicato dos Trabalhadores da Alimentação, Comércio, Escritórios e Serviços (SABCES) dos Açores denunciou esta segunda-feira casos de trabalhadores portugueses na Base das Lajes, na Terceira, que foram convidados a aceitar trabalho noutras categorias para evitar o desemprego.
Victor Silva, do SABCES/Açores, revelou esta segunda-feira o caso de cinco bombeiros portugueses que, na sequência dos resultados de uma inspecção médica feita em Fevereiro, foram convidados a aceitar postos de trabalho numa categoria profissional diferente da sua para evitarem o despedimento.

A mudança para grau inferior é efectiva a 1 de Agosto e, caso a oferta não seja aceite, os funcionários cessam o contrato a partir dessa data.

Um desses casos, revelado numa conferência de imprensa realizada em Angra do Heroísmo, é o de um 'Chefe de Viatura', que foi considerado "inapto definitivamente para o desempenho das funções", a quem foi oferecido um posto de trabalho como 'caixeiro' num dos bares da base.

Segundo o dirigente sindical, os responsáveis do destacamento militar norte-americano na Base das Lajes consideram que, tendo em conta as qualificações e os postos de trabalho actualmente disponíveis, "esta é a melhor oferta para manutenção de emprego".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.