Polícia

Simulacro testa capacidade de Unidade de Mergulho Forense

Simulacro testa capacidade de Unidade de Mergulho Forense

 

Lusa / AO online   Regional   23 de Abr de 2010, 16:37

Mergulhadores da Polícia Marítima desencadearam hoje em poucos minutos uma operação de salvamento junto ao ilhéu de Vila Franca do Campo, em S. Miguel, num simulacro que testou a capacidade da Unidade de Mergulho Forense nos Açores.
A nova Unidade de Mergulho Forense, com sede em Vila Franca do Campo, é composta por cinco mergulhadores profissionais e tem uma capacidade de prontidão que lhe permite ser mobilizada para qualquer parte do arquipélago no espaço de uma hora.

Este grupo de mergulhadores junta-se a outros dois existentes no país, em Sesimbra e no Funchal, capazes de promover investigação policial e criminal debaixo de água.

Buscas a cais ou a embarcações, localização e remoção de cadáveres, detecção de estupefacientes, recolha de provas, vistorias e reparações subaquáticas e salvamentos são algumas das missões destes mergulhadores, que vão também cooperar com as autoridades de Polícia Científica e Judiciária.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.