Coreia do Sul

Seul condena a 10 anos de prisão dois militares norte-coreanos


 

Lusa / AO online   Internacional   1 de Jul de 2010, 11:57

A Coreia do Sul condenou a 10 anos de prisão dois norte-coreanos por espionagem e tentativa de assassínio do Hwang Jang-Yop antigo secretário do partido comunista da Coreia do Norte que desertou, divulgou esta quinta-feira fonte judicial.
"Os dois acusados declararam-se culpados de todas as acusações", afirmou o juiz Han Cho-Chang, acrescentando que "se eles tivessem conseguido estabelecerem-se na Coreia do Sul, teriam constituído uma grave ameaça à vida de Hwang".

Os dois espiões, agora detidos pelas autoridades de Seul, foram identificados como Kim e Tong, ambos de 36 anos, e faziam parte de uma unidade militar de espionagem que trabalhava para a Coreia do Norte.

Os dois militares chegaram em Janeiro deste ano à Coreia do Sul, alegando deserção do regime de Pyongyang e com o objectivo de se aproximarem de Hwang Jang-Yop, sendo detidos pelas autoridades de Seul por posse de documentos falsos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.