Seul aceita reduzir em 30% exportações de aço para os Estados Unidos

Seul aceita reduzir em 30% exportações de aço para os Estados Unidos

 

Lusa/AO online   Internacional   26 de Mar de 2018, 10:10

A Coreia do Sul aceitou reduzir em 30% as suas exportações de aço para os Estados Unidos, assim como a prorrogação de taxas sobre as carrinhas, para escapar ao projeto norte-americano de taxar o aço, anunciou esta segunda-feira o governo.

As duas partes chegaram a um acordo “de princípio” sobre uma revisão do seu tratado de comércio livre de 2012 após várias semanas de negociações, afirmou hoje o ministro do Comércio sul-coreano.

A economia sul-coreana é fortemente dependente do comércio externo e os Estados Unidos são o seu segundo maior parceiro.

Segundo a nova versão do acordo de comércio livre EUA-Coreia do Sul, Seul abrirá mais o seu mercado automóvel aos construtores norte-americanos e aceita prolongar por 20 anos, até 2041, as taxas norte-americanas de 25% sobre as carrinhas sul-coreanas.

Em relação ao aço, Seul aceita uma quota anual de exportação para os Estados Unidos de 2,68 milhões de toneladas, ou seja, 70% da média das suas exportações anuais nos últimos três anos.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.