Ruy de Carvalho condecorado com a Grã-Cruz da Ordem de Mérito

Ruy de Carvalho condecorado com a Grã-Cruz da Ordem de Mérito

 

Lusa/Açoriano Oriental   Nacional   1 de Mar de 2017, 17:14

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou hoje Ruy de Carvalho, que comemora 90 anos, com a Grã-Cruz da Ordem de Mérito, enaltecendo a bondade do ator e sua capacidade de tornar Portugal melhor.

 

No dia em que comemora 90 anos, o ator Ruy de Carvalho foi recebido por Marcelo Rebelo de Sousa na Sala dos Embaixadores, no Palácio de Belém, onde foi condecorado com a Grã-Cruz da Ordem de Mérito.

"O que o torna irrepetível é a bondade, a preocupação de encontrar no fundo da angústia mais profunda uma luz de esperança. Ao fim e ao cabo, de tornar o nosso Portugal melhor", disse Marcelo Rebelo de Sousa.

Por isso, referiu o chefe de Estado, Ruy de Carvalho recebe mais um "sinal do apreço de todos os portugueses traduzido na Grã-Cruz da Ordem do Mérito.

"90 anos são 90 anos. E 75 anos de palco são 75 anos. Mas estes, os do nosso querido amigo Ruy de Carvalho, são especiais porque foram vividos a dar felicidade a todos nós", elogiou Marcelo Rebelo de Sousa.

O Presidente da República enalteceu o desempenho de Ruy de Carvalho no "teatro, cinema, televisão e na vida", sempre "com a mesma presença".

"Forte de caráter, personalidade, respeito do outro, ternura, capacidade para olhar para o lado bom das pessoas e das coisas. Não que ignorasse o lado triste, mesmo dramático de tanta pobreza, física e espiritual, de tanta solidão, de tanta maldade, de tanto desespero. Disso também soube e a isso deu expressão ao longo de décadas", vincou.

Depois do discurso, Marcelo Rebelo de Sousa impôs as insígnias a Ruy de Carvalho, que estava visivelmente emocionado.

Depois da curta cerimónia - na qual estava presente o neto mais velho do ator – seguiu-se um momento a sós entre Ruy de Carvalho e o Presidente da República, longe das câmaras e dos jornalistas.

À saída, na Sala das Bicas, o ator que hoje é também aniversariante confessou: "eu acho que chorei. Não é feio um homem chorar, pois não?".

"Ele disse coisas que me tocaram profundamente. Eu conheço-o há muitos anos, conheci-o ainda era um rapazinho novo, em Moçambique. Foi lá que travei pela primeira vez contacto com uma pessoa tão aberta como ele é", revelou.

Esta foi a quinta condecoração que Ruy de Carvalho recebeu no Palácio de Belém, que na sua opinião, juntamente com os restantes prémios e homenagens, provam que tem "sido útil ao país".

À noite, Ruy de Carvalho é homenageado no Salão Preto e Prata do Casino Estoril, num espetáculo em que participam vários artistas, entre os quais Rui Veloso, Dulce Pontes, Luís Represas e Toy, além dos atores João e Henrique de Carvalho, respetivamente filho e neto do ator.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.