Rússia vai enviar nave não tripulada à Lua em 2021


 

Lusa/AO online   Internacional   17 de Mar de 2016, 17:56

A Rússia vai enviar uma nave não tripulada à Lua em 2021, no âmbito do novo programa espacial esta quinta-feira aprovado pelo governo de Moscovo, anunciou o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Igor Komarov.

 

“No contexto da conclusão da segunda fase do programa lunar está previsto avançar em 2021 com a variante não tripulada da nave espacial de nova geração”, afirmou Igor Komarov, durante uma reunião presidida pelo primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev.

O lançamento não será realizado a partir da tradicional plataforma de Baikonur, no Cazaquistão, mas sim a partir do novo cosmódromo de Vostochni, localizado no Extremo Oriente e que será inaugurado em breve.

O consórcio estatal Energuia, fabricante de naves espaciais, anteviu há alguns meses que a Rússia iria enviar uma missão tripulada à Lua em 2029.

Segundo os peritos russos, o regresso à Lua, que foi pisada pela primeira vez em julho de 1969 pelo astronauta norte-americano Neil Armstrong, é crucial para os futuros voos interplanetários.

A agência espacial russa decidiu redirecionar a sua estratégia que estava centrada na conquista de Marte, após o fracasso em 2011 da missão “Phobos-Grunt”, que pretendia, ao longo de um período de três anos, pousar em uma das luas do planeta vermelho e efetuar análises e recolher amostras.

Igor Komarov recordou ainda que a Roscosmos planeia financiar a Estação Espacial Internacional (EEI) até 2024, prevendo depois utilizar os módulos russos para criar a sua própria plataforma orbital.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.