Rio satisfeito com valor do défice mas alerta para eventual agravamento em 2018

Rio satisfeito com valor do défice mas alerta para eventual agravamento em 2018

 

Lusa/AO online   Nacional   26 de Mar de 2018, 13:55

O líder do PSD considerou esta segunda-feira positivo que o défice orçamental de 2017 se tenha situado em 0,9% do Produto Interno Bruto (PIB), embora a recapitalização da Caixa Geral de Depósitos tenha elevado o valor para 3%.

"Obviamente que é importante que as contas públicas caminhem para o equilíbrio, senão mesmo até para um ligeiro superavit", comentou Rui Rio, em Arganil, no distrito de Coimbra, onde se deslocou esta manhã para se reunir com associações e bombeiros locais.

Segundo o dirigente social-democrata, é o equilíbrio orçamental "que dará naturalmente confiança aos mercados, à economia e, portanto, é um valor positivo conseguir situar-se em 1%".

No entanto, o líder do PSD recordou que o défice previsto no Orçamento para 2018 é de 1,2%, o que significa "que, se assim for, o défice se agrava de 2017 para 2018".

"A não ser que não seja executado o orçamento aprovado na Assembleia da República e, por essa via, o défice fique inferior", sublinhou.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou hoje que o défice orçamental de 2017 ficou nos 3% do Produto Interno Bruto (PIB) com a recapitalização da CGD, mas que teria sido de 0,9% sem esta operação.

"Este resultado inclui o impacto da operação de recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD), no montante de 3.944 milhões de euros, que determinou um agravamento da necessidade de financiamento das Administrações Públicas em 2% do PIB", referiu o INE.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.