Reuniões bilaterais com FMI e OCDE na agenda de Costa no Fórum Económico em Davos

Reuniões bilaterais com FMI e OCDE na agenda de Costa no Fórum Económico em Davos

 

Lusa/AO Online   Economia   19 de Jan de 2017, 06:42

O primeiro-ministro, António Costa, dedica o dia de hoje ao Fórum Económico Mundial, em Davos, Suíça, tendo previstas intervenções em sessões e reuniões bilaterais com a diretora-geral do FMI e o secretário-geral da OCDE.

 

Desde terça e até sexta-feira que Davos acolhe, como habitualmente, este fórum, que este ano conta com a participação de cerca de 3.000 dirigentes políticos e económicos mundiais, entre os quais António Costa, o ministro da Economia português, Manuel Caldeira Cabral, o secretário-geral da ONU, António Guterres, o banqueiro português Horta Osório e o comissário europeu Carlos Moedas.

António Costa está desde quarta-feira na Suíça para, como fonte governamental avançou à agência Lusa, apresentar Portugal como um país estável e seguro para atrair investimento estrangeiro, mas é hoje que se concentram os principais pontos da sua agenda.

O primeiro-ministro deverá manter diversos encontros bilaterais, nomeadamente com a diretora-geral do FMI (Fundo Monetário Internacional), Christine Lagarde, com o secretário-geral da OCDE, Angel Gurría, e ainda com o Presidente do Peru e o ministro das Finanças de Itália.

De acordo com agenda oficial do primeiro-ministro - que realça que os "encontros decorrem à porta fechada, sem acesso da comunicação social" -, logo às 08:45 locais (07:45 em Lisboa), o chefe do Governo português tem uma reunião com o fundador e presidente do fórum, Klaus Schwab, seguindo-se, às 12:00 uma sessão de trabalho "Informal Gathering of World Economic Leaders - Responsive and Responsible Leadership in a Multipolar World", na qual António Costa tem uma intervenção.

Depois de participar num almoço promovido pelo jornal "Washington Post", António Costa tem à tarde reuniões bilaterais, concluindo o dia com a sessão interativa "A New Compact for Europe", onde intervém.

O dia de hoje da cimeira - que este ano tem como lema "uma liderança recetiva e responsável" - é marcado igualmente pela participação no fórum do secretário-geral da ONU, António Guterres, sendo orador na conferência intitulada "Cooperation for Peace: A New Vision for the United Nations", com início marcado para as 15:00 locais (14:00 em Lisboa).

Também desde quarta-feira está o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, em Davos, que ao longo dia participa em diversas sessões e reuniões de trabalho, terminando a agenda com um jantar que reunirá portugueses.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.