Energia

Reservas de petróleo acabam em 2041

Reservas de petróleo acabam em 2041

 

Lusa/AO online   Economia   16 de Nov de 2010, 10:13

As reservas de petróleo do planeta vão esgotar-se em trinta anos, mas serão necessários pelo menos cem anos antes que existam energias renováveis suficientes para substituir os hidrocarbonetos, segundo um estudo divulgado nos Estados Unidos.
No estudo, divulgado no site do Environmental Science and Technology, os investigadores da Universidade da Califórnia, em Davis (UC-Davis), estimam que os 1,332 mil biliões (milhar de milhão de milhões) de barris de petróleo das reservas esgotar-se-ão em 2041, à razão de um consumo mundial diário de 85,22 milhões de barris, que aumentará 1,3 por cento ao ano.

Para determinar quando existirá uma oferta suficiente de energias renováveis para substituir a os hidrocarbonetos, a professora em engenharia Debbie Niemeier e a investigadora Nataliya Malyshkina extrapolaram os preços das acções das empresas de energia renovável.

Compararam os preços dos títulos de 25 empresas petrolíferas cotadas nos mercados bolsistas dos Estados Unidos, da Austrália e da União Europeia com os de 44 empresas do sector das energias renováveis.

Apurou-se que a valorização bolsista das empresas petrolíferas ultrapassa de longe a das empresas das energias alternativas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.