Turismo

Receitas do golfe desceram em 2009

Receitas do golfe desceram em 2009

 

Lusa / AO online   Economia   25 de Jun de 2010, 18:24

As receitas obtidas pela indústria do golfe em Portugal desceram 17 por cento em 2009 face ao ano anterior, de acordo com o relatório anual da actividade de 2009, divulgado esta sexta-feira em Torres Vedras.

De acordo com o relatório elaborado pela empresa Delloite, no ano passado registou-se uma “retracção acentuada” na procura pelo golfe, com uma quebra de receitas na ordem dos 17 por cento, apesar de terem sido facturados 1,3 milhões de euros.

 

O Algarve, principal destino de golfe do país, ficou abaixo da média nacional, tendo arrecadado menos 12,3 por cento de receitas.

 

Para o decréscimo das receitas contribuiu “o fortalecimento do euro, que diminuiu a capacidade de compra do principal mercado principal, o Reino Unido, que se traduz na numa perda significativa de receitas”, justificou Vasco Anjo, secretário-geral do Conselho Nacional da Indústria do Golfe (CNIG).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.