Saúde

Realizados 24 mil testes rápidos de detecção da infecção VIH/Sida em 2009

Realizados 24 mil testes rápidos de detecção da infecção VIH/Sida em 2009

 

Lusa / AO online   Nacional   22 de Jul de 2010, 11:37

Cerca de 24 mil pessoas fizeram em 2009 o teste rápido de detecção da infecção VIH/Sida nos Centro de Aconselhamento e Detecção Precoce, um instrumento que está a começar a ser utilizado nos centros de saúde.
Estes dados, que não englobam os testes realizados nos hospitais, clínicas e laboratórios, mostram que os portugueses estão mais conscientes da doença e da importância de um diagnóstico atempado, adiantou à Lusa Beatriz Casais, da Coordenação Nacional para a Infecção VIH/Sida.

Para o coordenador do Núcleo de Estudos VIH/Sida da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna, José Malhado, o alargamento destes testes aos centros de saúde seria uma “boa solução” para resolver o problema de subdiagnóstico em Portugal, que também se verifica noutros países.

“A disponibilidade destes testes nos centros de saúde era óptimo porque são as estruturas de saúde que estão no terreno”, defendeu.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.