Radiação ultravioleta continua muito elevada, em especial nas ilhas

Radiação ultravioleta continua muito elevada, em especial nas ilhas

 

Lusa/AO Online   Regional   31 de Jul de 2015, 07:25

O risco de exposição à radiação ultravioleta (UV) mantém-se hoje elevado em grande parte do território português, sendo mais intenso nos arquipélagos da Madeira e dos Açores, avisa o Instituto Português do Mar e Atmosfera.

Porto Santo (Madeira), Horta e Angra do Heroísmo (Açores) apresentam hoje o risco mais alto de exposição aos raios UV, atingindo o nível 10.

Aveiro, Beja, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Évora, Faro, Funchal (Madeira), Guarda, Leiria, Lisboa, Portalegre, Santarém, Setúbal, Sines, Viana do Castelo, Viseu, Vila Real e Ponta Delgada registam igualmente um índice de UV muito alto (entre 8 e 9).

Em Braga, Porto e Santa Cruz das Flores (Açores) o índice UV é considerado alto (6 a 7)

Os índices UV variam entre menor que 2, em que o UV é Baixo, 3 a 5, Moderado, 6 a 7, Alto, 8 a 10, Muito Alto e superior a 11, Extremo.

Quando o risco é extremo é aconselhável evitar o mais possível a exposição ao sol.

Para o risco muito alto (8 a 10) recomenda-se a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol e protetor solar, sendo de evitar a exposição das crianças ao sol.

As medidas de proteção aconselhadas para o risco alto (entre 6 e 7) passam pelo uso de óculos de Sol com filtro UV, chapéu, t-shirt e protetor solar.

O IPMA prevê para hoje, nas regiões norte e centro, céu com períodos de muita nebulosidade, apresentando-se muito nublado até meio da manhã, com ocorrência de períodos de chuva fraca ou chuvisco no litoral.

Até ao final da tarde poderá ocorrer granizo, acompanhado de trovoadas, em especial no interior.

O vento deve soprar fraco a moderado (10 a 25 quilómetros/hora) do quadrante oeste, tornando-se moderado a forte (30 a 40 quilómetros/hora) de noroeste, a partir da tarde, no litoral, com rajadas da ordem de 50/60 quilómetros/hora.

Prevê-se igualmente neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral e pequena descida da temperatura máxima.

Na região sul, o céu vai apresentar-se com períodos de muita nebulosidade, tornando-se pouco nublado a partir do meio da tarde no Baixo Alentejo e Algarve.

Pode verificar-se chuva fraca ou aguaceiros até ao final da manhã no Alentejo.

O vento estará fraco a moderado (10 a 25 quilómetros/hora) do quadrante oeste, tornando-se moderado a forte (20 a 35 quilómetros/hora) a partir da tarde no litoral e na serra de Monchique.

Haverá neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral oeste e pequena descida da temperatura máxima.

As temperaturas deverão variar entre 20 e 25 graus Celsius em Lisboa, entre 18 e 25 no Porto, em Viana do Castelo entre 16 e 27, Bragança entre 13 e 24, em Braga entre 16 e 26, em Vila Real entre 15 e 24, Viseu entre 15 e 25, em Coimbra entre 18 e 25, na Guarda de 14 a 22, em Castelo Branco entre 17 e 30, Portalegre entre 18 e 28, Évora entre 17 e 30, Beja entre 19 e 29, em Faro entre 21 e 26, em Santarém entre 19 e 28, em Leiria 18 e 24, Setúbal entre 19 e 29, no Funchal entre 22 e 27, em Ponta Delgada entre 20 e 26, em Angra do Heroísmo entre 21 e 27 e em Santa Cruz das Flores entre 22 e 28.

A temperatura da água do mar vai oscilar entre os 18/19 graus da costa ocidental e 21 graus na costa sul.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.