Quinze equipas no festival de balões de ar quente a partir de quarta-feira nos Açores

Quinze equipas no festival de balões de ar quente a partir de quarta-feira nos Açores

 

LUSA/AO online   Regional   30 de Jun de 2015, 15:34

O primeiro festival de balões de ar quente nos Açores, que começa na quarta-feira na Ribeira Grande, com 15 equipas de seis países, vai proporcionar batismo de voo gratuitos e dois eventos noturnos, informou hoje a organização

"A população vai ter batismo de voo nos dias 01, 02, 03 e 04 (de julho) em vários locais do concelho (da Ribeira Grande, na ilha de S. Miguel)", afirmou Carla Almeida à agência Lusa, acrescentando que no primeiro dia do evento o local escolhido para os batismos de voo foi a freguesia dos Fenais da Ajuda, entre as 09:00 e as 12:00 locais (mais uma hora no continente).

Entre 01 e 05 de julho, 15 equipas de Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Luxemburgo e Bélgica participam no primeiro "Festival Rubis Gás Balões de Ar Quente", no concelho da Ribeira Grande, na ilha açoriana de S. Miguel, um evento organizado pela Associação ‘Learn to Appreciate', em parceria com o "Alentejo Sem Fronteiras - Clube de Balonismo", com o objetivo de proporcionar "experiências únicas".

Carla Almeida adiantou que estão previstos dois voos diários durante o festival, um de manhã e outro à tarde, sempre que as condições meteorológicas permitam, tendo como "meeting point" os terrenos de Santana, onde funcionou o primeiro aeródromo da ilha de S. Miguel.

"Vamos tentar cumprir ao máximo o programa, mas é bom ressalvar que este evento depende muito das condições meteorológicas", disse Carla Almeida, acrescentando que mais informações sobre o decorrer do festival serão disponibilizadas através da página do festival no Facebook (https://www.facebook.com/festivalbaloesRG).

Nos dias 02 e 04 de julho, no Campo de Futebol de Rabo de Peixe e no Estádio Municipal da Ribeira Grande, respetivamente, vão decorrer dois eventos noturnos, com entrada livre, em que será conjugada a música com as luzes expelidas pelos balões dos diversos pilotos.

Apesar de não terem sido vendidos bilhetes, dado que o festival foi integralmente suportado por patrocinadores públicos e privados, a organização já fez saber que todos os interessados poderão assistir à descolagem dos balões, tirar fotografias e ter contacto com os pilotos.

Carla Almeida assumiu que "desde o início" que o festival "tem criado imensa expetativa e curiosidade" dentro e fora do arquipélago, destacando que o concelho da Ribeira Grande e a ilha de S. Miguel "têm tudo para o balonismo", pelo que "os dados estão lançados" quanto ao futuro.

Em fevereiro, o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande afirmou que este evento constitui um novo produto turístico para o concelho e para a região, que poderá contribuir muito para a notoriedade do destino Açores, atendendo à projeção mediática que está a merecer este primeiro festival.

"Há aqui condições excecionais para que o nosso concelho possa, também, ter o segundo festival de balonismo em Portugal", disse Alexandre Gaudêncio na apresentação do festival.

O primeiro festival de balões de ar quente nos Açores pretende promover o património natural, cultural e gastronómico do município, afirmando o turismo de lazer no concelho e divulgar o balonismo nos Açores.

Além disso tenciona gerar um intercâmbio de experiências entre os vários pilotos participantes, bem como o conhecimento técnico e a inovação da modalidade.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.