Queima das Fitas de Coimbra arranca hoje com serenata e sem garraiada

Queima das Fitas de Coimbra arranca hoje com serenata e sem garraiada

 

Lusa/AO online   Cultura e Social   3 de Mai de 2018, 09:23

A Queima das Fitas de Coimbra arranca esta quinta-feira com a serenata monumental na Sé Velha, por volta das 00:00, numa edição mais amiga do ambiente e sem a realização da garraiada.

A serenata chegou a estar em risco, com a Secção de Fado a criticar a falta de apoio financeiro e fracas condições para os seus grupos, mas a situação acabou por ser resolvida e o momento inaugural da festa dos estudantes de Coimbra vai realizar-se hoje, como é hábito, na Sé Velha.

As noites de concertos na Praça da Canção arrancam na sexta-feira e estendem-se até dia 11, passando pelo palco nomes como Seu Jorge (dia 04), Xutos e Pontapés (05), Mundo Segundo com Sam The Kid (07) e Daniela Mercury (11). No Palco RUC (Rádio Universidade de Coimbra), passam nomes como Nídia, Oshun, Zanias e Scúru Fitchádu, nos quatro primeiros dias da festa.

Este ano, a Queima das Fitas vai ser a primeira sem garraiada, que foi retirada do programa oficial depois de mais de 70% dos estudantes terem decidido acabar com este evento, em referendo realizado em março.

Para além disso, na Praça da Canção, pela primeira vez, vai haver copos reutilizáveis de forma a combater o desperdício (eram gastos por edição entre 300 e 350 mil copos descartáveis), anunciou o secretário-geral da comissão organizadora, Manuel Lourenço.

Já no cortejo, que decorre no domingo, vão ser colocados sanitários ao longo do percurso e colocadas mensagens e faixas a apelar a um consumo mais responsável e sem desperdício, para combater a tradição recente de banhos de cerveja entre estudantes.

A edição deste ano da festa da Queima das Fitas está orçada em 980 mil euros, menos 250 mil do que na edição anterior, o que levou a "alguma ginástica na programação", esclareceu Manuel Lourenço.

Este ano, os estudantes bolseiros vão ter um desconto na compra do bilhete geral e o número de convites distribuídos pela organização é reduzido em "mais de 50%", afirmou.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.