Quatro professoras retratam em livro tradições peculiares do Carnaval nos Açores

Quatro professoras retratam em livro tradições peculiares do Carnaval nos Açores

 

Lusa   Regional   26 de Jan de 2015, 08:52

Bailes, Batalha das Limas, malassadas e dias dos amigos, amigas, compadres e comadres são tradições do Carnaval dos Açores retratadas num livro de quatro professoras que é um projeto também com caráter pedagógico direcionado para crianças com dificuldades de aprendizagem.

Ana Isabel Ferreira, uma das autoras do livro “É Carnaval e Ninguém Leva a mal Pá!", que vai ser lançado no dia 31 em Ponta Delgada, disse à Lusa que o projeto tem "duas vertentes, uma versão em formato papel, comercializável, e a outra digital", disponível através da internet, onde poderão ser descarregados jogos interativos e didáticos.

“Há uma inovação neste projeto: os jogos, acompanhados por músicas, terão o propósito de promover a aprendizagem da leitura e da escrita, de forma lúdica, tendo em conta que existem crianças com dificuldade de leitura, essencialmente aquelas com dislexia”, disse Ana Isabel Ferreira, professora do 1.º ciclo na ilha de São Miguel.

o objetivo é, acrescentou, elucidar o público infantil sobre as tradições e culturas dos Açores, neste caso, o Carnaval.

"É uma história que se passa no âmbito escolar e todas as vivências das crianças por altura do Carnaval. Por exemplo, as experiências na culinária, com a confeção de malassadas, a criação de rimas, os bailes do Coliseu, em Ponta Delgada, o material para confecionar as limas [usadas numa batalha de água que decorre na marginal de Ponta Delgada]. Aborda também as vivências do Carnaval nas escolas: as fantasias que trazem na quinta-feira de Amigos ou Amigas. São vivências que ocorrem em São Miguel, na família e escola, nesta época", explicou.

Um pouco por todos os concelhos dos Açores, a época do Carnaval é comemorada de forma intensa com bailes e desfiles em várias associações e espaços de diversão.

As comemorações carnavalescas iniciam-se com as quintas-feiras que antecedem o Dia de Entrudo e que juntam centenas de pessoas, primeiro na celebração do Dia de Amigos, seguindo-se o das Amigas, depois os Compadres e por último as Comadres, uma tradição peculiar.

"Na realidade, nesta altura do ano existem muitas tradições, muitas peculiares,", disse Ana Isabel Ferreira, considerando que há um exteriorizar de sentimentos antes de um período de "recolhimento", a Páscoa.

O livro "É Carnaval e Ninguém Leva a mal, Pá!" vai ser lançado no dia 31 em duas sessões, uma delas num colégio, destinada a crianças, e a segunda no Centro de Estudos Natália Correia, na Fajã de Baixo, em Ponta Delgada.

Da autoria de Ana Isabel Ferreira, Isabel Almeida, ambas professoras do 1.º ciclo, Rita Simas Bonança, educadora, e Maria da Graça Castanho, professora universitária, o livro faz parte de uma coleção sobre as culturas e tradições dos Açores, que começou pelo tema do Carnaval, mas que as autoras pretendem também estender a outras vivências, como o Santo Cristo ou o Espirito Santo, e alargar também ao continente, com edições focando tradições do país.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.