Putin continua a ser o mais poderoso do mundo

Putin continua a ser o mais poderoso do mundo

 

Lusa/AO online   Internacional   4 de Nov de 2015, 17:36

Barack Obama é o primeiro Presidente norte-americano em exercício a ficar de fora das duas primeiras posições do 'ranking' das personalidades mais poderosas do mundo elaborado pela revista Forbes, ao ser ultrapassado por Vladimir Putin e Angela Merkel.

 

A revista norte-americana Forbes elegeu , pelo terceiro ano consecutivo, o Presidente russo, Vladimir Putin, como a personalidade mais poderosa do mundo, seguido pela chanceler alemã, Angela Merkel.

Na terceira posição do ‘ranking’ de 2015 surge o chefe de Estado norte-americano.

Esta lista anual da revista Forbes é publicada algumas semanas depois de Putin ter aberto uma nova frente de combate na guerra na Síria, com a realização de ataques aéreos conduzidos pelas forças russas, e de ter recebido, posteriormente, o Presidente sírio, Bashar al-Assad, em Moscovo.

“Como Obama entra no último ano da sua presidência, é evidente que a sua influência está a diminuir e é uma luta maior do que nunca para ele conseguir fazer coisas”, escreveu a publicação.

“A nível interno, os seus índices de aprovação estão continuamente fixados abaixo dos 50%, e no estrangeiro, [Obama] é ofuscado por Merkel na Europa e ultrapassado por Putin no Médio Oriente”, acrescentou.

Em relação a Putin, a revista Forbes diz que o líder russo “continua a provar que é dos poucos homens no mundo que é suficientemente poderoso para fazer o que quer e sair ileso”.

Sobre a chanceler alemã, que subiu três lugares e ocupa este ano a segunda posição (lugar ocupado em 2014 por Obama), a publicação norte-americana considerou que Merkel é “a espinha dorsal da União Europeia dos 28”.

“As suas ações decisivas em relação ao problema dos refugiados sírios e da crise da dívida grega ajudaram-na a subir na lista”, refere a Forbes.

O papa Francisco surge na quarta posição, seguindo pelo Presidente chinês, Xi Jinping, que ocupa o quinto lugar.

A lista das personalidades mais poderosas do mundo em 2015 é composta por 73 nomes, dos quais apenas nove são de mulheres. Uma dessas mulheres é a Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, que está no 37.º lugar.

Entre as oito novas entradas no ‘ranking’ constam o novo rei da Arábia Saudita, rei Salman (14.ª posição), e os candidatos presidenciais norte-americanos Hillary Clinton (democrata) e Donald Trump (republicano) que estão no 58.º e 72.º lugar, respetivamente.

Para a elaboração da lista dos mais poderosos, a publicação norte-americana tem em consideração vários pontos de análise como os recursos financeiros que estas personalidades controlam, o número de pessoas influenciadas pelo seu exercício de poder e o número de áreas abrangidas pela sua influência. A votação é feita por um painel de editores da Forbes.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.