OE2011

PSD exige explicações sobre compensações


 

Lusa/AO online   Economia   3 de Dez de 2010, 10:48

O líder parlamentar do PS, Miguel Macedo, desafiou esta sexta-feira o primeiro-ministro e o ministro das Finanças a pronunciarem-se sobre a medida compensatória dos cortes salariais aprovada pelos Açores, considerando que “é inaceitável e injustificável”.
“A nosso ver é totalmente inaceitável. Entendemos que é uma matéria em relação à qual o primeiro-ministro e o ministro das Finanças devem pronunciar-se”, afirmou Miguel Macedo, em declarações aos jornalistas, no Parlamento.

O deputado defendeu que a solidariedade “deve ter dois sentidos”, advertindo que “quando se pede solidariedade ao conjunto do país, deve também, em relação ao conjunto do país, ter-se solidariedade”.

O líder parlamentar do PSD afirmou ainda que a medida aprovada pelo Governo dos Açores vai levar a que haja funcionários públicos “privilegiados e outros prejudicados”.

“Nos Açores vão coexistir funcionários que, sendo da administração central, vão ter cortes nos seus vencimentos e funcionários que, por serem dependentes do Governo regional, vão ter esses cortes compensados de outra forma”, disse.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.