PSD candidata ex-comandante da PSP e atual deputado à Câmara da Horta

PSD candidata ex-comandante da PSP e atual deputado à Câmara da Horta

 

Lusa/AO Online   Regional   22 de Mar de 2017, 12:58

O ex-comandante da PSP Carlos Ferreira, atual deputado no parlamento dos Açores, é o candidato do PSD à Câmara Municipal da Horta nas eleições autárquicas, anunciou hoje o próprio.



Numa conferência de imprensa, na Horta, Carlos Ferreira, de 41 anos, que se candidata na qualidade de independente, disse que o seu principal objetivo é voltar a colocar a ilha do Faial "num lugar de destaque" no contexto regional.

"É nossa intenção construir uma candidatura positiva, com uma visão de uma autarquia que ajude quem precise, dinâmica e proativa, que lidere a defesa intransigente da nossa ilha e que coloque sempre o Faial em primeiro lugar", justificou Carlos Ferreira.

O cabeça de lista adiantou que a sua candidatura será aberta à participação de outras forças políticas e a candidatos de outros "quadrantes", mas não confirmou se o PSD irá coligar-se, de novo, com o CDS-PP e com o PPM, como aconteceu nas últimas eleições autárquicas.

"Convidaremos faialenses de vários quadrantes, abrindo a candidatura a toda a comunidade e a todas as pessoas sem conotação partidária que pretendam contribuir para o futuro do Faial", referiu que Carlos Ferreira, acrescentando que desse trabalho resultará "a priorização dos investimentos a realizar" na ilha.

O candidato social-democrata não assume, para já, uma crítica direta ao atual elenco camarário, liderado pelo PS, mas reconhece que "há falta de obra" no concelho, que é gerido há 28 anos consecutivos pelos socialistas.

"Penso que essa é a maior crítica que a nossa comunidade faz à gestão da câmara municipal nos últimos 28 anos, a falta de obra. No entanto, devem ser os faialenses a avaliar e a decidir se querem manter o rumo, ou se querem uma nova liderança", insistiu o candidato.

Carlos Ferreira é atualmente deputado no parlamento dos Açores, tendo sido eleito nas eleições legislativas regionais de outubro passado, depois de ter vencido as eleições no círculo eleitoral do Faial, onde foi cabeça de lista, protagonizando, então, a única vitória social-democrata no arquipélago

O candidato, que diz ter sido desafiado "por muitos faialenses" a candidatar-se agora à presidência da Câmara Municipal da Horta, garantiu que, se não vencer as eleições, vai respeitar a vontade dos eleitores e ocupar o seu lugar de vereador na autarquia.

A Câmara Municipal da Horta, o único concelho da ilha do Faial, é gerida desde 1989 por autarcas socialistas, que estão atualmente em maioria na autarquia (quatro mandatos para o PS, contra três da coligação PSD/CDS-PP/PPM).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.