PSD/Açores exige separação entre a SATA Air Açores e Azores Airlines

PSD/Açores exige separação entre a SATA Air Açores e Azores Airlines

 

Lusa/AO online   Regional   30 de Ago de 2017, 16:12

O líder do PSD/Açores, Duarte Freitas, defendeu a "separação clara e institucional" entre a atividade da Azores Airlines e da SATA Air Açores para evitar o "contágio de riscos eventuais".



O dirigente social-democrata, que falava no encerramento das jornadas parlamentares do PSD/Açores, na ilha das Flores, considera que o Governo Regional deve dar prioridade à resolução dos problemas da SATA Air Açores, a companhia que assegura as ligações inter-ilhas. Já a Azores Airlines garante as ligações para o exterior do arquipélago.

"Salvar a SATA Air Açores deve ser a prioridade das prioridades, por ser esta a que mais serve e importa a todos os açorianos", declarou Duarte Freitas, acrescentando que o executivo açoriano, presidido pelo socialista por Vasco Cordeiro, deve consolidar a companhia aérea regional e prepará-la para os novos desafios.

O líder regional dos social-democratas realçou que a SATA Air Açores desempenha um serviço público "absolutamente essencial", frisando que "qualquer solução" para o futuro da transportadora "deve passar sempre" pela sua manutenção enquanto "empresa pública".

"O grupo parlamentar do PSD/Açores considera que é essencial, prioritário e urgente consolidar a situação financeira da SATA, com reforço dos seus capitais públicos, que permita a sua sustentabilidade económica e financeira", adiantou Duarte Freitas.

Na sua opinião, é igualmente necessário adequar a frota da companhia aérea açoriana e a sua capacidade operacional às necessidades do mercado, bem como promover a acessibilidade interna dos açorianos "a preços mais acessíveis e em melhores condições".

A este propósito, Duarte Freitas afirmou que os deputados reuniram durante as jornadas com várias instituições, empresários e cidadãos da ilha, tendo ouvido queixas sobre a operacionalidade da SATA.

"Todos eles referiram, como problema maior, os constrangimentos nas ligações aéreas às Flores e ao Corvo, que se fizeram sentir, de forma particularmente danosa, nos últimos meses", salientou o líder social-democrata.

Duarte Freitas reiterou ainda o apelo ao Governo Regional para que regularize as suas dívidas para com a SATA que, segundo as contas do PSD/Açores, ascendem a "50 milhões de euros".

Segundo o dirigente, essas dívidas, "além de criarem sérios problemas de tesouraria, comprometem o normal funcionamento da empresa", sublinhando, por outro lado, que os problemas financeiros já atingem, nesta altura, outras "empresas regionais fornecedoras da SATA", algumas das quais aguardam há quase um ano por pagamentos.

O líder do PSD/Açores reafirmou, também, a disponibilidade para apoiar uma eventual "alteração orçamental" que permita assegurar a transferência de verbas para a transportadora regional, recordando, porém, que essa é uma competência exclusiva do executivo socialista.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.