PSD/Açores dá liberdade de voto aos três deputados que elegeu na região

PSD/Açores dá liberdade de voto aos três deputados que elegeu na região

 

Lusa/AO online   Regional   30 de Out de 2012, 09:04

Os três deputados do PSD na Assembleia da República eleitos pelos Açores têm liberdade de voto na votação do Orçamento de Estado para 2013, não estando obrigados a votar contra, como chegou a anunciar a líder regional demissionária.

A mudança na indicação de voto, segundo disse à agência Lusa fonte partidária, deve-se ao facto de a proposta inicial apresentada pelo Governo liderado por Pedro Passos Coelho ter sofrido alterações que já não justificam o voto contra.

Nesse sentido, a Comissão Política Regional do PSD/Açores decidiu dar liberdade de voto aos deputados Mota Amaral, Joaquim Ponte e Lídia Bulcão, eleitos pelo partido no círculo dos Açores.

A 12 de outubro, dois dias antes das eleições regionais, Berta Cabral, presidente do PSD/Açores, anunciou que iria recomendar aos deputados sociais-democratas da região na Assembleia da República o voto contra o Orçamento de Estado para 2013.

“Quero aqui dizer que não concordo com aquele documento [preliminar], que me demarco e que recomendarei aos deputados dos Açores na Assembleia da República para votar contra o Orçamento se aquele documento se mantiver até ao fim”, afirmou Berta Cabral, à margem de uma ação de rua nos Arrifes, em Ponta Delgada, para as eleições regionais açorianas.

Na altura, Berta Cabral, que se demitiu da liderança do PSD/Açores na sequência da derrota nas eleições regionais, criticou especialmente questões relacionadas com o aumento de impostos previsto no documento apresentado pelo Governo.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.