PS-Madeira aposta em Governos socialistas no arquipélago e na República para "boa articulação"

PS-Madeira aposta em Governos socialistas no arquipélago e na República para "boa articulação"

 

Lusa/AO Online   Nacional   2 de Nov de 2014, 15:54

O presidente do PS-Madeira, Victor Freitas, considerou hoje necessário que os socialistas madeirenses vençam as eleições legislativas regionais de 2015, para que o próximo Governo Regional esteja em "articulação" com o da República

Ao intervir na sessão final da reunião dos autarcas socialistas de Machico, o líder do PS-M disse que "todos sabem que os socialistas na República vão ganhar as eleições legislativas nacionais e é importante que os socialistas na Madeira ganhem as eleições regionais para haver uma articulação e consonância com o Governo do PS a nível nacional".

Victor Freitas lembrou que aquilo que se colocará aos eleitores da Madeira em 2015 será "escolher quem terá condições para governar a Região, já que nem o Governo da República do PSD e CDS tem confiança no PSD da Madeira".

Renegociar o Programa de Ajustamento Económico e Financeiro celebrado entre os governos do PSD-M, na Região, e do PSD/CDS-PP, na República assim como o serviço da dívida regional, que "já vai em 300 milhões de euros ano", lutar por uma nova política de transportes aéreos e marítimos entre a Madeira e o continente, promover o Centro Internacional de Negócios da Madeira, rever a Lei de Finanças Regionais e conseguir uma melhor educação e saúde para a Região são questões que Victor Freitas assume como “bandeiras” do seu partido para as eleições regionais do próximo ano.

No encontro de hoje, o presidente do PS-M considerou "positivo" o primeiro ano de governação autárquica socialista em quatro concelhos do arquipélago (Machico, Porto Moniz, Porto Santo e Funchal, apesar de aqui numa coligação de vários partidos).

Victor Freitas reconheceu que as autarquias socialistas "herdaram uma pesada herança de dívidas feitas pelo PSD-M", mas "o balanço do mandato autárquico é extremamente positivo, com uma viragem para o plano social".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.