PS/Açores congratula-se com exigência de relatório sobre a base na Terceira

PS/Açores congratula-se com exigência de relatório sobre a base na Terceira

 

LUSA/AO Online   Regional   3 de Out de 2015, 14:57

O PS/Açores congratulou-se hoje com a aprovação do Orçamento das Forças Armadas dos EUA, que exige à Secretaria de Defesa norte-americana um relatório sobre a capacidade da base das Lajes para receber um centro de informações.

O presidente do Grupo Parlamentar do PS, Berto Messias, citado numa nota de imprensa divulgada pelo partido, considera que é “muito significativo que a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos da América pretenda que a Secretaria de Defesa daquele país produza, até março de 2016, um relatório sobre as valências da Base das Lajes, uma exigência que faz parte do Orçamento das Forças Armadas norte-americanas”. No entender do líder parlamentar socialista açoriano, o “que está em causa agora é uma negociação entre a Câmara dos Representantes e o Senado, sendo que esta última instituição terá de aprovar o documento”. “O Orçamento das Forças Armadas dos EUA estipula ainda que não devem ser feitos investimentos na construção do Centro de Análise Conjunta de Informações, na Base Aérea de Croughton, no Reino Unido, até que a Secretaria de Defesa avalie se esta permanece uma localização ótima”, lê-se ainda na nota. Berto Messias considerou ainda “assinalável que a Base das Lajes permaneça em foco e seja solicitada uma análise concreta por parte do Departamento de Defesa dos EUA quanto à possibilidade de acolher o Centro de Análise Conjunta de Informações (JAIC, na sigla em inglês), ou parte dele, não autorizando simultaneamente que a construção da 2.ª fase do mesmo seja prosseguida no Reino Unido”. No seu entender, representa “mais um resultado do grande esforço diplomático desenvolvido pelo Presidente do Governo dos Açores e da diplomacia portuguesa nos Estados Unidos", que "desde a primeira hora desenvolveu um esforço de contactos sem precedentes com as autoridades norte-americanas e com os descendentes de açorianos com responsabilidades políticas no Senado e na Câmara dos Representantes". “Continuamos empenhados em trabalhar para que a Base das Lajes continue a ser um polo de emprego e de dinamização económica local e este é mais um importante contributo para isso, como forma de encontrar novas valências e novas utilizações para esta base, mitigando os impactos económicos e sociais da redução de trabalhadores portugueses em curso. (...)", sublinha ainda o líder parlamentar do PS, Berto Messias. A Câmara dos Representantes dos EUA quer que a Secretaria de Defesa produza até 01 de março de 2016 um relatório sobre as valências da Base das Lajes, incluindo sobre a sua capacidade de receber um centro de informações. A exigência faz parte do Orçamento das Forças Armadas dos EUA, que foi aprovado na última terça-feira. "Nenhum montante deve ser utilizado na construção do Centro de Análise Conjunta de Informações, na Base Aérea de Croughton, no Reino Unido, conforme secção 2301(b), até a Secretaria de Defesa certificar os comités de defesa da Câmara que determinou, com base numa análise dos requisitos operacionais, que esta localização permanece a localização ótima", lê-se no orçamento. O documento diz ainda que o relatório deve incluir uma explicação para os fundamentos da decisão, bem como uma avaliação das capacidades das Lajes para acolher treinos de pilotos de caça e a presença rotativa de forças navais. A Câmara dos Representantes está a investigar a manipulação de estudos que justificam a construção deste centro de informações em Inglaterra. Em junho, a Lusa noticiou uma série de iniciativas legislativas da Câmara dos Representantes que suspendem a construção deste complexo no Reino Unido até ser provado que a Base das Lajes não pode cumprir essa função.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.