Justiça

Principal acusado nega autoria do crime

Principal acusado nega autoria do crime

 

Lusa / AO online   Regional   2 de Fev de 2010, 17:50

O marido da mulher assassinada a tiro em Outubro de 2008 negou esta terça-feira, no Tribunal de Ponta Delgada, a autoria do crime, afirmando que “o tiro foi disparado por outro” dos arguidos neste processo.
O tribunal iniciou esta terça-feira o julgamento de seis pessoas, incluindo o marido da vítima, que são acusadas de sequestro e homicídio de uma mulher de 30 anos.

O marido da vítima foi ouvido à porta fechada e, segundo relatou o juiz na sessão da tarde, negou ter comprado uma arma, afirmando que terá levado a mulher para o Pinhal da Paz, onde ocorreu o crime, porque “queria falar com ela”.

Segundo o juiz Moreira das Neves, o marido da vítima disse em tribunal que terá sido outro arguido a disparar o tiro que vitimou a mulher.

Durante a tarde, o tribunal também ouviu a irmã da vítima, que afirmou que o cunhado “era muito ciumento, batia na esposa e chegou a encostar-lhe uma arma”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.