Natal

Prevenir os perigos escondidos nos brinquedos é tema de campanha

Prevenir os perigos escondidos nos brinquedos é tema de campanha

 

Lusa/AO online   Nacional   28 de Nov de 2011, 16:27

A Direcção Geral do Consumidor e a Direcção Geral da Saúde lançaram uma campanha que alerta para os perigos da época natalícia, lembrando que existem presentes e enfeites que podem colocar crianças e adultos em risco.
“Natal em Segurança” é o nome da campanha que chama a atenção para os perigos que podem estar escondidos num peluche ou nas gambiarras da árvore de natal.

Ao longo de dez páginas, a Direcção-Geral do Consumidor e a Direcção Geral da Saúde elaboraram um folheto para sensibilizar a população para os cuidados a ter no momento de escolher um brinquedo.

“Neste Natal certifique-se de que os seus filhos brincam em segurança”, refere o documento, lembrando que “a maior parte dos acidentes com brinquedos ocorre quando a criança cai sobre eles”.

O panfleto aponta as características que devem ter os peluches, os “brinquedos que “chiam” e os que produzem sons.

As caixas de música e brinquedos com fios ou cordas também têm regras que devem ser observadas por quem os quer oferecer: os fios têm que ter no máximo 22 centímetros para evitar o risco de estrangulamento”, alerta.

Brinquedos com bolas esféricas, carrinhos, triciclos, cavalos de pau, bicicletas, skates, patins, baloiços e trapézios não escapam ao olhar atento das duas entidades que enumeram os eventuais perigos destes brinquedos.

As pistolas com projécteis ou fulminantes, os brinquedos eléctricos e os balões também constam da listagem de brinquedos, onde há conselhos ainda para a utilização de brinquedos aquáticos.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.