Eleições regionais

Presidente do PTP quer "rebeldia sem agressividade" no parlamento regional


 

Lusa/AO online   Regional   26 de Set de 2012, 10:59

O presidente do Partido Trabalhista Português (PTP), Amândio Madaleno, afirmou que pretende levar "rebeldia sem agressividade" à Assembleia Legislativa dos Açores, manifestando confiança que o seu partido conseguirá eleger deputados nas eleições regionais de 14 de outubro.

“O PTP concorre pela primeira vez às eleições nos Açores para levar rebeldia sem agressividade ao parlamento, para exigir clareza e fiscalizar a atuação do Governo Regional”, afirmou Amândio Madaleno, em entrevista à agência Lusa, acrescentando que o partido concorre apenas nos círculos de S. Miguel, da Terceira e de compensação.

Amândio Madaleno defendeu que a sociedade e a política regionais precisam de "uma lufada de ar fresco”, frisando que os eleitores que votarem no PTP estão a contribuir para “uma política de proximidade" e para "ter um vislumbre de liberdade”.

“Votar PTP não é votar no desconhecido, é votar em pessoas que conhecem há vários anos em S. Miguel e na Terceira”, afirmou, assegurando que os candidatos do partido nos Açores “nada têm a ver com o estilo do deputado Coelho, na Madeira”.

“Vamos ter um PTP nos Açores diferente do que temos na Madeira no que se refere ao estilo, mas o combate acérrimo à corrupção e ao dinheiro mal gasto, a ligação ao povo e o grau de exigência para com os governantes será exatamente o mesmo”, garantiu o líder do PTP.

Relativamente às propostas do partido, Amândio Madaleno defendeu a obrigatoriedade de uma quota de 20 por cento de produtos agrícolas portugueses nas grandes superfícies, dos quais quatro a cinco por cento devem ser produtos dos Açores.

Por outro lado, como forma de promover o desenvolvimento do turismo no arquipélago, salientou a necessidade de serem alcançados acordos para baixar os preços das ligações aéreas, considerando que “a mobilidade entre as ilhas e com o exterior é um grande problema”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.