Timor-Leste

PR Ramos-Horta recebe novo embaixador da Birmânia

PR Ramos-Horta recebe novo embaixador da Birmânia

 

Lusa / AO online   Internacional   5 de Fev de 2010, 10:47

O Presidente de Timor-Leste, José Ramos-Horta, apelou esta sexta-feira à realização de “eleições livres e justas” na Birmânia, governada por uma Junta Militar desde 1988, ao aceitar as cartas credenciais do embaixador daquele país em Díli, U Nyan Lynn.
“Gostaria que encontrassem o melhor caminho para a liberdade, através de eleições livres e justas”, afirmou Ramos-Horta, lamentando a que a líder da oposição e também Prémio Nobel, Aung San Suu Kyi, esteja mantida em prisão domiciliária intermitentemente desde 1989.

À margem da apresentação das credenciais, o Chefe de Estado timorense reiterou a posição de Timor-Leste sobre o respeito pelos Direitos Humanos naquele país, admitindo, no entanto, “compreender perfeitamente” os “desafios” com que se depara o Governo do Myanmar (Birmânia) para lidar com o “problema dos grupos étnicos armados”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.