PPM espera grande afluência para fortalecer a democracia e preservar o pluralismo


 

AO/Lusa   Regional   16 de Out de 2016, 14:27

O líder regional do Partido Popular Monárquico (PPM), Paulo Estêvão, disse hoje esperar uma "grande afluência às urnas", considerando que se assim suceder a democracia fica favorecida e o pluralismo político preservado.

 

“Da nossa parte, o que esperamos é que exista uma grande afluência as urnas, no sentido de fortalecer o nosso sistema democrático, através do aumento da participação, e também a preservação do pluralismo do nosso sistema político”, afirmou à agência Lusa Paulo Estêvão, em conversa telefónica a partir da ilha do Corvo.

O cabeça de lista do PPM pelo círculo eleitoral do Corvo, o mais pequeno do arquipélago, com 334 eleitores, votou às 10:30 locais (mais uma hora em Lisboa), na escola básica e secundária Mouzinho da Silveira.

Paulo Estêvão adiantou que a campanha eleitoral para as legislativas regionais foi esclarecedora, mas salientou que “nesta matéria nem todo o esforço tem de ser dos partidos”.

“A sociedade deve, também, procurar a informação disponibilizada pelos partidos e procurar o esclarecimento”, adiantou o candidato, destacando, ainda, a importância dos debates da RTP/Açores com os candidatos neste trabalho de esclarecimento

Para a votação de hoje estão inscritos 228.160 eleitores que vão escolher os 57 deputados à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores para os próximos quatro anos.

De acordo com os resultados das eleições, o Representante da República nomeia depois o presidente do Governo Regional que, por sua vez, propõe os membros do executivo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.