Poupança com horas extraordinárias no valor de 1,2 milhões de euros

Poupança com horas extraordinárias no valor de 1,2 milhões de euros

 

Lusa/AO Online   Nacional   23 de Dez de 2011, 07:21

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) reduziu este ano em 1,2 milhões de euros o valor pago em horas extraordinárias, o que representa uma diminuição de 24 por cento, disse à Lusa o presidente daquele organismo.

Segundo Miguel Soares de Oliveira, esta foi uma “redução difícil”, uma vez que a tendência dos últimos anos da despesa era de crescimento.

“Ambicionávamos uma poupança de um milhão de euros em 2011, que representava menos 15 por cento, mas conseguimos menos 1,2 milhões de euros”, disse.

Uma redução conseguida, em parte, graças à contratação de novos Técnicos de Ambulância de Emergência (TAE) e da fusão orgânica dos vários centros de orientação de doentes urgentes.

O INEM iniciou ainda um processo de integração de ambulâncias de suporte imediato de vida nos serviços de urgência.

Miguel Soares de Oliveira garante que a redução foi conseguida “em quase todas as categorias profissionais” e que o serviço realizado aumentou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.