Portugal regressa hoje ao mercado para emitir dívida até 1.250ME


 

Lusa/AO online   Economia   16 de Jul de 2014, 06:40

Portugal espera hoje colocar no mercado dívida a seis e 12 meses até 1.250 milhões de euros, através de dois leilões de Bilhetes de Tesouro, segundo informação do Instituto de Gestão do Crédito Público (IGCP).

A agência que gere a dívida pública portuguesa realiza hoje dois leilões de Bilhetes do Tesouro a seis e a 12 meses, com um montante indicativo global que oscila entre os 1.000 e os 1.250 milhões de euros.

Esta é a primeira emissão de dívida depois de João Moreira Rato ter deixado a liderança do IGCP para assumir a administração financeira do Banco Espirito Santo (BES).

Sem presidente, a agência está a ser liderada pelos dois vogais do Conselho de Administração, Alberto Pontes Correia e Cristina Casalinho.

A última emissão de Bilhetes do Tesouro a seis meses ocorreu em março deste ano, quando Portugal emitiu 320 milhões de euros com uma taxa de 0,438%.

Já quanto a emissões a 12 meses, a última realizou-se em junho, tendo sido colocados 1.000 milhões de euros a uma taxa de juro de 0,364%.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.