Política

Portugal deve influenciar nova legislação dos EUA sobre emigração

Portugal deve influenciar nova legislação dos EUA sobre emigração

 

Lusa / AO online   Regional   28 de Jun de 2010, 15:47

Os deputados do PSD na Assembleia da República eleitos pelos Açores alertaram esta segunda-feira o Governo para a necessidade de procurar influenciar o processo de revisão da lei norte-americana de emigração no sentido da defesa dos interesses açorianos.
“Encontrando-se em aberto o debate para alteração de legislação de 1996 aprovada pelo Congresso de maioria Republicana e que determinou a deportação para os Açores de centenas de emigrantes, esta é uma boa altura para exercer influência visando uma mudança que perspective a reunificação de famílias separadas pelos repatriamentos”, afirmou o deputado Joaquim Ponte.

Segundo um estudo revelado em Março, os Açores receberam nos últimos 10 anos cerca de mil emigrantes repatriados pelos Estados Unidos e Canadá depois de condenados por práticas de crimes, alguns deles considerados de reduzida gravidade.

Num requerimento dirigido ao ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Joaquim Ponte e Mota Amaral sublinham a sua expectativa sobre a possibilidade de a revisão da legislação em perspectiva possibilitar o regresso, nomeadamente às cidades norte-americanas de New Bedford e Fall River, de alguns emigrantes deportados para os Açores.

Além de sublinharem as “enormes dificuldades de integração que sentem os emigrantes deportados quando chegam a uma terra onde por vezes nem a língua dominam” os deputados sociais-democratas questionam o Governo sobre a existência de algum pedido, sugestão ou proposta do Executivo açoriano sobre a matéria.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.