Portugal com risco de exposição muito elevado a radiação ultravioleta


 

Lusa/AO Online   Nacional   25 de Ago de 2017, 07:40

Praticamente todo o território português volta hoje a estar sujeito a um risco de exposição a radiação ultravioleta (UV) muito elevado, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Apenas o distrito de Viana do Castelo apresenta um risco elevado.

Para as regiões com risco 'muito elevado' e 'elevado', o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, ‘t-shirt’, guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

Os índices UV variam entre 1 e 2, em que o UV é 'baixo', 3 a 5 ('moderado'), 6 a 7 ('elevado'), 8 a 10 ('muito elevado') e superior a 11 ('extremo').

O IPMA prevê para hoje no continente nebulosidade matinal no litoral Norte e Centro, e nebulosidade alta na região Sul, vento moderado nas terras altas a partir da tarde e pequena descida das temperaturas mínimas.

As temperaturas vão oscilar entre os 22º Celsius em Viana do Castelo e os 34º em Évora.

Nos Açores esperam-se períodos de céu muito nublado com abertas, e possibilidade de aguaceiros fracos nos grupos Central e oriental.

A temperatura em Ponta Delgada vai subir aos 26º.

A previsão para a Madeira é de períodos de céu muito nublado e vento fraco a moderado.

O Funchal vai ter hoje 28º de temperatura máxima.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.