Ponta Delgada celebra Espírito Santo com 25 eventos de 10 a 13 de julho (vídeo)

Carregando o video...

 

Lusa/AO online   Regional   30 de Jun de 2014, 13:58

A cidade de Ponta Delgada celebra este ano as Festas do Divino Espírito Santo entre 10 e 13 de julho, com 25 eventos religiosos, culturais e sociais, entre eles a distribuição de 14 mil refeições

A "partilha das sopas" (um almoço tradicional) no Campo de São Francisco, no centro da cidade, decorre no sábado, 11 de julho, prevendo a autarquia servir até 14 mil refeições, acima das 12.500 do ano passado.

Haverá ainda a habitual distribuição de pensões (entrega de refeições a famílias carenciadas através de instituições de solidariedade social).

Segundo disse hoje o presidente da câmara de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro, em conferência de imprensa, há um “reforço” do caráter social das festas, em relação a edições anteriores, referindo que no caso das sopas, a experiência da autarquia revela que são procuradas também por pessoas em situação de carência e não apenas por ser um momento "de partilha" e “lazer”.

Outro dos momentos altos destas XI Festas do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada é o cortejo etnográfico, no sábado à tarde, que inclui meia centena de carros de bois, três dezenas de carros alegóricos e cerca de vinte grupos de folias e de folclore.

Já o cartaz religioso inclui a habitual Mudança da Bandeira do Espírito Santo, na sexta-feira à noite, a Missa da Coroação, no domingo, e a procissão, no mesmo dia, que integrará cerca de 100 coroas e 100 bandeiras.

No entanto, as festas arrancam na quinta-feira, dia 10 de julho, à noite, com uma conferência do padre António Rego, seguida de um concerto da Banda Militar dos Açores e Conservatório Regional.

Ao longo de todos os dias das festas haverá concertos, a cargo de bandas filarmónicas e grupos de cantares, assim como atuações de folclore, entre outros momentos musicais.

José Manuel Bolieiro sublinhou que há este ano uma “redução do programa de animação musical e aumento das iniciativas de solidariedade”, acrescentando que o orçamento das festas deste ano ronda os 85 mil euros, menos 30% do que o de edições anteriores.

O autarca afirmou que à “exigência” que há em “reduzir custos”, somou-se uma opção pela “racionalidade” no programa e a “valorização da prata da casa”, exprimindo a sua “gratidão aos artistas locais”.

Boleiro destacou que os principais patrocinadores mantiveram porém os apoios que têm dado às festas, destacando o caso da Associação Agrícola de São Miguel, que aumentou a sua contribuição.

O autarca sublinhou ainda a colaboração de diversas entidades, através de doações, assim como de voluntários, que vão fazer as sopas e refeições a distribuir.

A celebração do Espírito Santo é uma das tradições mais enraizadas nos Açores, havendo festas em todas as freguesias do arquipélago e nas comunidades de emigrantes.

Tal como já aconteceu no passado, vários momentos das festas de Ponta Delgada serão transmitidos pela RTP e pela internet, através da página da câmara municipal.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.