Polícia investiga suspeita de sabotagem no interior de avião da Qantas

Polícia investiga suspeita de sabotagem no interior de avião da Qantas

 

Lusa/AO Online   Internacional   2 de Nov de 2011, 06:32

 A polícia australiana está a conduzir uma investigação em torno de uma suspeita de sabotagem no sistema de entretenimento da companhia aérea Qantas alegadamente efetuada ainda durante o conflito laboral.

A Qantas indicou hoje através de um comunicado que os engenheiros notaram que vários fios foram cortados no sistema de entretenimento do Boeing 767 em processo de manutenção no aeroporto de Brisbane, na costa leste da Austrália, no dia 26 de outubro.

A Qantas indicou que não representa qualquer tipo de risco para o avião e escusou-se a tecer mais comentários sobre o incidente que ocorreu dias depois de toda a frota da companhia australiana ter ficado em terra devido ao braço de ferro com os sindicatos sobre a reestruturação da empresa.

O diretor da Qantas, Alan Joyce, decidiu no passado sábado cancelar todos os voos, impedindo de viajar mais de 70 mil passageiros em cerca de 20 aeroportos na Ásia, Europa e Estados Unidos.

O Governo preocupado com o impacto económico da paralisação num país muito dependente do transporte aéreo e turismo, recorreu a um tribunal de arbitragem que ouvindo as partes ordenou o fim do bloqueio da empresa e o fim da greve e o boicote às horas extraordinárias.

Já na terça-feira, a companhia aérea garantiu que todos os voos domésticos e a maioria dos voos internacionais seriam realizados.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.