PM francês afirma que Europa está em guerra


 

Lusa/AO Online   Internacional   22 de Mar de 2016, 09:15

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, salientou hoje que a Europa está em guerra e que para enfrentar a atual ameaça terrorista é necessária a mobilização de todos.

“Estamos em guerra. A Europa sofre desde há varios meses atos de guerra. E perante esta guerra é necessária uma mobilização de todas as instâncias”, disse Valls no final de uma reunião do gabinete de crise no Eliseu.

O encontro realizou-se na sequência dos atentados no aeroporto e numa estação de metro em Bruxelas que provocaram pelo menos 21 mortos e dezenas de feridos.

Valls salientou a importância de todas as forças de segurança “estarem particularmente mobilizadas” perante a ameaça.

Pouco antes, o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, tinha anunciado que o governo decidiu destacar mais 1.600 polícias em todo país para reforçar o controlo das fronteiras e das infraestruturas de transporte aéreo, marítimo e ferroviário.

Pelo menos 21 pessoas morreram hoje em explosões no aeroporto de Zaventem e na estação de metro de Maalbeek, em Bruxelas, segundo um primeiro balanço de um porta-voz dos serviços de emergência.

 



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.