Petição com mais de 4 mil assinaturas para criar Dia dos Irmãos entra na terça-feira na AR

Petição com mais de 4 mil assinaturas para criar Dia dos Irmãos entra na terça-feira na AR

 

Lusa/AO Online   Nacional   21 de Mar de 2016, 16:00

Uma petição com mais de quatro mil assinaturas para criar o Dia dos Irmãos, a 31 de maio, é entregue na terça-feira no parlamento, porque aquilo que é vivido "entre irmãos é único, irrepetível", moldando a vida para sempre.

 

Mais de quatro mil pessoas assinaram esta petição pública, que propõe a instituição de um dia comemorativo dedicado aos irmãos e à relação entre irmãos, que foi promovida pela Associação Portuguesa de Famílias Numerosas e secundada pela Confederação Europeia das Famílias Numerosas.

Segundo informação avançada à agência Lusa pelo ex-deputado do CDS-PP Ribeiro e Castro, um dos elementos que integra a comitiva, a mesma vai ser recebida pelo vice-presidente da Assembleia da República José Manuel Pureza.

“O calendário assinala datas, efemérides, memórias. Por isso se destacam dias especiais, para celebrar o que é mais importante. Os irmãos são os nossos mais próximos. Crescemos com eles, na família, numa teia de cumplicidades e vivências comuns. O que vivemos entre irmãos é único, irrepetível, molda a nossa vida para sempre”, pode ler-se no texto da petição.

Segundo os proponentes, torna-se por isso muito “importante assinalar um dia dedicado aos irmãos, à relação entre irmãos”.

“É o que propomos. A criação do Dia dos Irmãos. Quer em família, quer socialmente, essa é a maneira de mantermos sempre presente, fortalecermos e festejarmos o que, de tão importante, acontece entre irmãos”, referem.

As aventuras, descobertas, solidariedade, proximidade, cumplicidade, entreajuda, cooperação e divisão de tarefas são alguns dos exemplos daquilo que é construído entre irmãos.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.