Pescadores dos Açores aconselhados a ficarem em terra

Pescadores dos Açores aconselhados a ficarem em terra

 

Lusa/AO online   Regional   14 de Dez de 2015, 10:44

A Federação das Pescas dos Açores aconselhou os pescadores a ficarem em terra e a acautelarem as embarcações devido ao mau tempo que está a afetar o arquipélago.

O presidente da Federação das Pescas dos Açores, Gualberto Rita, disse à agência Lusa que, devido à previsão de vento forte e agitação marítima, "é aconselhável que todos os pescadores e as embarcações fiquem hoje em terra para evitar situações de perigo".

Gualberto Rita adiantou que, no caso concreto do porto da Ribeira Quente, localizado na costa sul da ilha de São Miguel, "todas as embarcações de pesca já foram retiradas do mar, para local seguro em terra".

"O histórico deste porto aconselha prudência", alertou Gualberto Rita, lembrando que o porto da Ribeira Quente estará hoje sujeito a "forte ondulação".

O capitão do porto de Ponta Delgada (São Miguel) e de Vila do Porto (Santa Maria) informou que "não há embarcações a sair para o mar" e aconselhou toda a comunidade marítima a "acautelar a amarração das embarcações".

Em declarações à Lusa, o comandante Cruz Martins recomendou, ainda, que os cidadãos não se aproximem das zonas de rebentação da orla costeira.

Já o transporte marítimo de passageiros e viaturas nos Açores, a cargo da empresa pública Atlânticoline, cancelou hoje a ligação entre as ilhas do Faial e São Jorge, no grupo central.

Fonte da Atlânticoline acrescentou que a viagem deveria ter partido do Faial às 08:00 (mais uma hora em Lisboa), mas foi cancelada devido à agitação marítima, sendo que, relativamente à restante operação para o dia de hoje, "a situação será avaliada consoante o evoluir das condições meteorológicas".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.