Finanças

Peritos investigam transparência após suspeitas no Banco do Vaticano

Peritos investigam transparência após suspeitas no Banco do Vaticano

 

Lusa/AO online   Internacional   26 de Nov de 2011, 20:56

O órgão do Conselho da Europa para a luta contra a lavagem de dinheiro e financiamento ao terrorismo completou hoje a sua avaliação do Vaticano, após em 2010 ter havido suspeitas de lavagem de dinheiro no Banco do Vaticano.

A assessoria de imprensa do Vaticano explicou, em comunicado, que ao longo desta semana um grupo do Moneyval (composto por especialistas jurídicos, financeiros e agentes de polícias de cinco países) analisaram as regras financeiras adotadas pelo Papa Bento XVI depois de o Vaticano ter sido excluído da "lista branca" da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) e do Grupo de Ação Financeira (GAFI).  Os resultados desta análise serão incluídos num relatório a ser submetido à discussão da Assembleia Plenária Moneyval, provavelmente em meados de 2012, após o que será decidida a inclusão do Vaticano na "lista branca". Em dezembro de 2010, o Papa Bento XVI criou uma nova autoridade financeira e novas leis para garantir a transparência nas contas do Vaticano, três meses após o Banco do Vaticano ter sido investigado por suspeitas de lavagem de dinheiro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.