Pequim quer celebrar os cem anos do PC chinês com veículo espacial em Marte

Pequim quer celebrar os cem anos do PC chinês com veículo espacial em Marte

 

Lusa/AO Online   Internacional   5 de Mar de 2016, 11:07

A China espera fazer chegar um veículo espacial ao planeta Marte em 2021, coincidindo com os cem anos da fundação do Partido Comunista Chinês (PCC), revelou um responsável pelo programa espacial de Pequim.

A exploração de Marte pela China começará com o envio de uma sonda em 2020 que alcançará a superfície daquele planeta após alguns meses, por volta da data de aniversário do PCC, que foi fundado a 01 de julho de 1921, disse Ye Peijian, que já comandou diversas missões espaciais chinesas.

Se o objetivo for alcançado, será "um presente [para o PCC] dos trabalhadores do campo aeroespacial", disse Ye, citado pela imprensa oficial chinesa.

Ye Peijian sublinhou a experiência que a China já tem a nível de tecnologia espacial após três missões de exploração da Lua, em 2007, 2010 e 2013, tendo a última incluído a alunagem de um veículo espacial.

A China apresentou o primeiro prototipo de uma sonda marciana e o primeiro robô para exploração da superfície de Marte em novembro de 2015.

Em 2011, a China tentou já lançar uma sonda para Marte, em colaboração com a Rússia, que, no entanti, não saiu da órbitra terrestre e acabou por se desintegrar e cair no oceano Pacífico dois meses depois.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.