Pelo menos seis soldados egípcios morrem em ataque no norte do Sinai


 

Lusa/AO online   Internacional   13 de Out de 2017, 11:13

Pelo menos seis soldados egípcios morreram num atentado na cidade de Al Arish, capital da província do norte do Sinai, informou o porta-voz das Forças Armadas, Tamer al Refai.

Em comunicado, al Refai referiu que "elementos terroristas armados atacaram um posto de segurança do exército egípcio em Al Arish".

De acordo com a mesma fonte, os radicais usaram granadas e armas de fogo para levar a cabo o ataque, que até ao momento não foi reivindicado por qualquer grupo extremista.

Al Refai indicou também que as forças de segurança enfrentaram os "elementos terroristas", mas estes fugiram.

No passado dia 11 de setembro, pelo menos 18 polícias egípcios morreram e sete ficaram feridos na sequência de um ataque contra uma patrulha das forças de segurança a oeste da cidade de Al Rarish, norte da península do Sinai, que foi reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico

As forças armadas têm sido alvo de ataques frequentes naquela zona do país, tendo-se intensificado desde a queda do presidente islamita Mohamed Mursi em julho de 2013 num golpe militar.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.