Pelo menos 11 mortos no Afeganistão por drones norte-americanos

Pelo menos 11 mortos no Afeganistão por drones norte-americanos

 

Lusa / AO online   Internacional   4 de Jan de 2015, 12:28

Pelo menos 11 insurgentes foram mortos em ataques de drones norte-americanos nas últimas horas no Afeganistão, depois de 35 talibãs terem morrido em confrontos com as forças armadas e cinco soldados perdido a vida numa explosão de uma mina.

 

Sete membros da rede Haqani foram mortos num ataque de um drone na aldeia de Kean, no distrito de Spera, província de Khost, no sudeste do país, enquanto viajavam num veículo, adiantou a agência afegã de serviços secretos.

Num outro ataque realizado por drones, realizado no sábado, outros quatro talibãs morreram no distrito de Nijrab, na província de Kapisa, disse à agência de notícias Efe o chefe de segurança provincial, Abdullah Talwar.

Estes atentados surgem depois das forças da NATO (OTAN, Organização do Tratado do Atlântico Norte, na sigla em português) e dos EUA terem concluído a sua missão de combate e iniciado a operação "Apoio Decidido".

Apesar disso, a NATO e os Estados Unidos informaram que as tropas internacionais continuaram a oferecer apoio aéreo às forças afegãs no terreno.

Enquanto isso, o exército afegão continuou as suas operações "limpeza" contra os talibãs, numa operação em que morreram 35 insurgentes nas últimas 48 horas nas provícias do este de Kapisa (Kunar, Nangarhar), do sul de Helmand (Zabul, Kandahar, Nimroz) e do sudeste de Paktia e Paktika, disse o porta-voz do Ministério de Defesa, Dawlat Waziri.

A mesma fonte não deu detalhes destes confrontos e acrescentou que cinco soldados morreram na explosão de uma mina.

O Afeganistão atravessa um dos momentos mais complicados desde a invasão dos Estados Unidos e o fim do regime talibã há 13 anos, com um aumento nos últimos meses dos ataques de insurgentes e vítimas civis.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.