PAN quer "despertar as consciências" nos Açores

PAN quer "despertar as consciências" nos Açores

 

LUSA/AO online   Regional   18 de Set de 2015, 16:20

A cabeça de lista do PAN pelos Açores às legislativas de outubro, Marlene Dâmaso, comprometeu-se hoje "a despertar as consciências" para as causas humana, animal e ambiental do partido, alegando que "há muito a rever" no arquipélago nestas áreas

"Existem problemas na região que queremos minimizar, desde logo, no que se refere à proteção animal, e pretendemos ser a voz dos Açores que desperte as consciências para estas três causas”, disse a candidata do PAN (Pessoas-Animais-Natureza), em declarações à Lusa.

Frisando que esta força política é "uma alternativa à abstenção", Marlene Dâmaso lembrou que os valores associados às causas humana, animal e ambiental "só funcionam em conjunto" e prometeu, caso seja eleita, defender "a região no contexto nacional".

“No dia-a-dia contribuímos para um mal-estar ecológico, animal e ambiental, especialmente como consumidores. Há muito a rever nos Açores”, defendeu a cabeça de lista do PAN pelos Açores.

Uma das preocupações da candidata são as questões relacionadas com a proteção animal, como o "funcionamento dos canis" e a necessidade de "apostar em ações de sensibilização que evitem o abandono de animais”.

Além disso, defendeu também que "é preciso rever muitas políticas relacionadas com o abate e transporte de vitelos" e na indústria de produção de leite, sendo ainda preciso refletir sobre a questão da incineração, que disse ir "contra toda a política de reciclagem".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.