"Pai" do primeiro bebé proveta ausente da cerimónia de entrega dos prémios Nobel


 

Lusa/AO online   Internacional   3 de Dez de 2010, 17:06

O britânico Robert G. Edwards, o «pai» do primeiro bebé proveta, não estará em Estocolmo para receber o Nobel da Medicina deste ano por motivos de doença, informou esta sexta-feira a Fundação Nobel.
Há dois meses, o Nobel da Medicina foi atribuído a Edwards, de 85 anos, pelo desenvolvimento da fecundação «in vitro», que transformou radicalmente o tratamento da infertilidade.

A semana Nobel começa na próxima segunda-feira com a chegada à capital sueca dos nove laureados em Química, Física, Literatura e Economia para pronunciarem conferências e participarem em outras actividades

A cerimónia de entrega dos prémios realiza-se no próximo dia 10 na Câmara Municipal de Estocolmo, com excepção do Nobel da Paz, que será entregue no mesmo dia em Oslo, sem a presença, este ano, do dissidente chinês Liu Xiaobo, detido na China.

Além dos laureados, o banquete Nobel em Estocolmo conta com mais de um milhar de convidados da família real sueca.

Por outro lado, o director da Fundação Nobel, Michael Sohlman, considerou hoje «evidente» a decisão de não convidar para o banquete dos Nobel o líder da extrema-direita sueca, cujo partido é contrário à filosofia dos prémios.
    

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.