Orçamento participativo dos Açores recebeu 19 propostas desde fevereiro

Orçamento participativo dos Açores recebeu 19 propostas desde fevereiro

 

Lusa/AO Online   Regional   16 de Mar de 2018, 07:35

O orçamento participativo dos Açores, que arrancou em fevereiro, recebeu até ao momento 19 propostas e os encontros promovidos nas nove ilhas reuniram mais de meio milhar de pessoas, adiantou hoje o vice-presidente do Governo Regional.

"Outro dado bastante motivador da fase inicial deste processo tem a ver com o facto de, até à data de ontem [quarta-feira], já terem sido apresentadas, no sítio do Orçamento Participativo na Internet, 19 antepropostas, envolvendo projetos em seis ilhas do nosso arquipélago", disse Sérgio Ávila.

O vice-presidente do executivo açoriano falava, em Angra do Heroísmo, na última de nove sessões de apresentação do orçamento participativo, que percorreram as nove ilhas do arquipélago.

"Recebemos uma proposta na área do ambiente, seis na área da inclusão social, nove na área do turismo e três na área da juventude, provenientes das ilhas de São Miguel, Santa Maria, Terceira, Graciosa, Pico e Flores", acrescentou o governante.

O primeiro orçamento participativo da Região Autónoma dos Açores tem uma verba de 600 mil euros, dividida por quatro áreas (ambiente, inclusão social, juventude e turismo) e desagregada por ilha.

"Trata-se de uma verba inicial de 600 mil euros que o Governo dos Açores está totalmente disponível para reforçar nos próximos anos, respondendo, por esta via, à crescente adesão que - acreditamos nós - será uma realidade daqui em diante", apontou.

Segundo Sérgio Ávila, nos oito encontros anteriores ao que decorreu hoje em Angra do Heroísmo participaram "mais de meio milhar de açorianos".

"Esta adesão nesta fase inicial superou claramente as nossas expetativas. O número de projetos que já foram apresentados superou aquilo que nós esperávamos nesta fase inicial, mas há ainda um caminho muito longo a percorrer do ponto de vista de apresentação de novos projetos, para que cada vez mais o Orçamento da Região incorpore aquilo que cada açoriano, na sua localidade, considerar que é mais oportuno para divulgar e para executar", frisou.

A apresentação de propostas, na internet (op.azores.gov.pt), decorrerá até 30 de abril e serão realizados "mais de 20 encontros participativos", em todas as ilhas, em que poderão ser "apresentadas e debatidas antepropostas presencialmente".

Em maio e junho haverá um período de análise técnica das propostas e a votação decorrerá entre julho e setembro.

"Pretendemos, assim, ter, em 2018, todos estes projetos escolhidos e em condições de avançar, sendo que o seu grau de concretização ao longo deste ano dependerá, naturalmente, da própria natureza de cada projeto", adiantou o vice-presidente do Governo Regional.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.