Congresso do turismo nos Açores revela afirmação do setor como destino global

Congresso do turismo nos Açores revela afirmação do setor como destino global

 

Lusa/AO online   Regional   25 de Jul de 2016, 18:43

O secretário regional do Turismo e Transportes dos Açores declarou que a realização na região do 28º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo é a demonstração da afirmação do setor no arquipélago como "destino único" em termos globais.

“Acolher tão marcante evento é a demonstração clara da afirmação dos Açores como destino turístico único no panorama desta indústria global”, disse Vítor Fraga, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, na apresentação do congresso, que irá decorrer de 16 a 18 de novembro e que é promovido pela Associação da Hotelaria de Portugal.

O governante afirmou que a hotelaria sempre foi entendida pelo Governo dos Açores como um “elemento fundamental” da cadeia de valor do setor do turismo, que se afirma, “não só como um contributo para a geração de riqueza, como também pela sua capacidade de criar postos de trabalho" e "contribuinte ativo de desenvolvimento de atividades conexas ao setor”.

Vítor Fraga considerou que os esforços desenvolvidos pelo Executivo açoriano, em parceria com os agentes privados do setor, “foram, são e serão determinantes para a construção de um verdadeiro destino turístico único” com uma “oferta de excelência” e “fortemente competitivo” à escala global.

O titular da pasta do Turismo referiu que esta parceria permitiu que nos últimos quatro anos se pudesse adotar um “posicionamento adequado” e “incrementar os níveis de notoriedade junto dos principais mercados emissores”, a par do melhoramento das acessibilidades internas e “crescimento notável do setor” nos Açores.

O membro do Governo dos Açores destacou que se tem assistido no crescimento do turismo na região a uma “enorme dinâmica” na hotelaria em termos de novos empreendimentos, introduzindo-se “novos conceitos” que estão “enquadrados com a matriz do destino”, a par da requalificação da oferta.

Vítor Fraga está convicto que o caminho que se tem seguido tem contribuído para se ter um setor do turismo nos Açores “mais sustentável e competitivo”, assumindo-se este, “cada vez mais, como um dos pilares fundamentais para o desenvolvimento da economia açoriana”.

O responsável pela pasta do Turismo recordou que 2015 foi o “melhor ano de sempre” do setor na região, tendo as dormidas na hotelaria tradicional passado de 954.740 em 2012 para perto de 1,3 milhões três anos depois.

Vítor Fraga adiantou que os proveitos totais passaram de 41,9 milhões de euros em 2012 para 54,3 milhões de euros em 2015, ou seja, mais 12 milhões que foram injetados na economia dos Açores.

O governante açoriano disse que no inverno IATA 2015/2016, ainda na hotelaria tradicional, os Açores tiveram mais 157.726 dormidas do que em período homólogo de 2012/2013, o que revela um crescimento de 90,1 por cento, apontando os indicadores mais recentes que os Açores estão numa “trajetória de consolidação devido à sustentabilidade do setor”.

“O crescimento de 36 por cento verificado nas dormidas de janeiro a maio, três vezes superior à média nacional é um claro indicador dessa situação, assim como mais 5,5 milhões que entraram na nossa economia por esta via”, concluiu Vítor Fraga.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.