Obra de Camilo Castelo Branco voltará a ser estudada por todos os alunos do secundário

Obra de Camilo Castelo Branco voltará a ser estudada por todos os alunos do secundário

 

Lusa/AOonline   Nacional   16 de Nov de 2012, 12:08

O ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, afirmou hoje que o escritor Camilo Castelo Branco deverá voltar a ser estudado por todos os alunos da escolaridade obrigatória.

 

"Estamos a refazer as metas curriculares para o ensino secundário e essa vai ser uma oportunidade, certamente, para reintroduzir Camilo como um escritor maior e a ser estudado por todos os nossos alunos da escolaridade obrigatória. Esse é o nosso objetivo", referiu.

Crato falava em Famalicão, onde participou num colóquio internacional sobre os 150 anos da obra de Camilo Castelo Branco "Amor de Perdição".

O presidente da Câmara de Famalicão, Armindo Costa, "exigiu" a reintrodução, "no mais curto espaço de tempo", da obra de Camilo nos programas de Português do ensino secundário.

"A obra de Camilo não pode continuar a ser ostracizada do ensino. O lugar de Camilo é, sobretudo, nas escolas. O sistema educativo português não pode dar-se ao luxo de menorizar ou mesmo ignorar um dos maiores vultos da literatura nacional", criticou o autarca.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.