Islândia/Vulcão

Nuvem de cinzas entra no espaço aéreo nacional, mas só na região oceânica

Nuvem de cinzas entra no espaço aéreo nacional, mas só na região oceânica

 

Lusa / AO online   Regional   5 de Mai de 2010, 11:11

A nuvem de cinzas vulcânicas libertada por um vulcão na Islândia entrou no espaço aéreo português ao início da manhã, mas não deverá afectar os voos na região, segundo fonte do Instituto Meteorologia (IM).
Paulo Narciso, da divisão de meteorologia aeronáutica do IM, sublinhou que "a pluma de cinzas vulcânicas entrou no espaço aéreo português, mas (…) não está afectar qualquer região continental".

A mesma fonte pormenorizou que a nuvem de cinzas vulcânicas se situa abaixo dos seis mil metros e que "poderá afectar simplesmente as rotas que os aviões tenham de descrever nos seus itinerários, não tem qualquer implicação a nível de aeroportos nacionais".

A nuvem penetrou numa "porção pequena" no espaço aéreo nacional e está a "centenas de quilómetros" do grupo oriental do Arquipélago dos Açores, detalhou Paulo Narciso.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.