Novo primeiro-ministro do Japão promete ultrapassar crise económica e diplomática

Novo primeiro-ministro do Japão promete ultrapassar crise económica e diplomática

 

LUSA/AOnline   Internacional   26 de Dez de 2012, 17:21

O novo primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, prometeu na sua primeira conferência de imprensa tomar "medidas ambiciosas" para recuperar a economia e ultrapassar a crise diplomática provocada pela escalada nos conflitos territoriais com os países vizinhos.

Shinzo Abe foi hoje eleito primeiro-ministro pela câmara baixa do parlamento, um regresso ao poder dos conservadores do Partido Liberal Democrático.

“Uma economia forte é a fonte da energia do Japão. Sem recuperar uma economia forte, o Japão não tem futuro”, disse Abe na sua primeira conferência de imprensa.

Designando o seu Governo como aquele que vai ultrapassar a crise, o primeiro-ministro prometeu medidas económicas ambiciosas para inverter a deflação e um reforço da aliança com os Estados Unidos para estabilizar a diplomacia japonesa.

Abe, cujas posições nacionalistas criaram no passado tensões com os países vizinhos, foi primeiro-ministro em 2006 e 2007, tendo-se demitido por razões de saúde que, assegura, deixaram de ser um problema.

O novo Governo inclui outro ex-primeiro-ministro, Taro Aso, agora ministro das Finanças. O novo ministro dos Negócios Estrangeiros é Fumio Kishida, um especialista em Okinawa, onde os residentes têm vindo a exigir uma redução das tropas norte-americanas na ilha, e o novo ministro da Defesa é Itsunori Onodera, que foi vice-ministro dos Negócios Estrangeiros no anterior executivo de Shinzo Abe.

Para o Ambiente e Segurança Nuclear, uma pasta sensível numa potência nuclear sobretudo depois do acidente na central de Fukushima (2011), Abe escolheu uma das figuras fortes do partido, Nobuteru Ishihara.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.