Novas sanções da UE contra a Rússia entram em vigor

Novas sanções da UE contra a Rússia entram em vigor

 

Lusa/AO Online   Internacional   12 de Set de 2014, 07:18

As novas sanções europeias contra Moscovo, que visam sobretudo limitar o financiamento da economia russa, definidas no âmbito da crise na Ucrânia, entraram hoje em vigor.

As sanções, publicadas hoje no jornal oficial da União Europeia (UE), visam designadamente empresas petrolíferas e bancos russos e incluem mais 24 pessoas na ‘lista negra’ de indivíduos que enfrentam a proibição de viajar no espaço comunitário e congelamento de ativos.

Estas sanções foram acordadas na quinta-feira pelos Estados-membros da UE e só serão levantadas se o plano de paz entre as autoridades da Ucrânia e os separatistas pró russos se concretizar.

A Rússia reagiu ao anúncio na quarta-feira, acusando a UE de minar o processo de resolução pacífica do conflito na Ucrânia.

“Com esta decisão, a UE fez praticamente uma escolha contra o processo de resolução pacífica da crise ucraniana”, declarou em comunicado o ministério russo dos Negócios Estrangeiros, acrescentando que “todas as forças responsáveis na Europa” devem pelo contrário atuar com o objetivo de acalmar a situação na Ucrânia.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.