Transportes

Novas regras para melhorar segurança marítima


 

Lusa/AO online   Economia   13 de Set de 2010, 12:22

A Comissão Europeia quer melhorar a segurança dos transportes marítimos, tendo adoptado esta segunda-feira novas regras que incluem a denúncia das companhias com falhas nas inspecções.
As novas regras entram em vigor no próximo dia 01 de Janeiro e incluem a criação de um registo de navios via Internet que revelará os nomes das companhias de navegação que apresentam maus resultados nas inspecções de segurança essenciais, feitas pelo Estado do porto.

Ao mesmo tempo, é dada visibilidade às companhias que apresentam bons resultados no domínio da segurança dos transportes marítimos.

Para Bruxelas, as inspecções pelo Estado do porto são indispensáveis para prevenir os acidentes com navios e as companhias e os Estados que apresentam níveis de desempenho baixos passarão a ser objecto de avaliações reforçadas e coordenadas nos portos da União Europeia.

As empresas industriais e outras poderão escolher as companhias de navegação que irão realizar os seus transportes de mercadorias ou de passageiros com pleno conhecimento do nível de desempenho que oferecem em matéria de segurança.

A partir de 1 de Janeiro de 2011, o regime de controlos efectuados na UE pelo Estado do porto sofrerá alterações significativas, com a criação de um sistema totalmente coordenado de todas as inspecções de segurança realizadas pelo Estado do porto na UE.

O novo sistema, que será aplicado à escala da União Europeia, terá por base a ferramenta de informação «THETIS», operada pela Agência Europeia da Segurança Marítima, que compilará os resultados de todas as inspecções de segurança realizadas a navios nos portos da UE e apresentará uma análise de risco.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.